DISFUNÇÃO TÊMPORO-MANDIBULAR (DTM)

A disfunção temporomandibular (DTM) é um conjunto de disfunções articulares e musculares da região orofacial, afetando principalmente a articulação temporomandibular (ATM). 

Os principais sintomas da DTM são dor e estalos articulares, dor na mandíbula, dor de ouvido, dor facial, dor cervical, dor durante a mastigação, limitação de abertura da boca, cansaço, zumbido, cefaléia, dentre outros. 

O tratamento fisioterapêutico proporciona o alívio dos sintomas e busca restabelecer a função normal da ATM, através de técnicas de relaxamento muscular, reeducação postural, eletrotermoterapia, laser, crioterapia e cinesioterapia, reduzindo a inflamação e fortalecendo o sistema músculo-esquelético. Dessa forma, pode-se até mesmo evitar a cirurgia. . 

Para uma reabilitação efetiva da DTM, o tratamento envolve uma equipe multiprofissional, composta de fisioterapeuta, dentista, o médico e fonoaudiólogo. A reabilitação fisioterapêutica é de extrema importância na equipe multidisciplinar, considerando o indivíduo globalmente. Para um melhor diagnóstico de DTM são necessários alguns exames de imagem, como a radiografia, tomografia e ressonância magnética.